uma mentira para cada pergunta

maio 28, 2009

há quem ainda tente juntar nossas pontas, há quem sinta vapores seus na minha respiração. me perguntam onde andam os seus passos. eu aponto no mapa e digo: aqui. está dormindo enquanto eu estou acordado, separado dos meus fusos horários, passeando além do meu braço estendido. me perguntam se você continua o mesmo, se já se curou das velhas moléstias. eu digo que eu e você somos iguais e suportamos o mesmo jugo. me perguntam o que aconteceu com a gente. eu gelo e busco uma mentira bem contada que encubra nosso malogro. qualquer coisa que dê a entender que nós agimos certo, que amamos e fizemos loucuras em momentos distintos.


como correr da própria sombra

maio 20, 2009
hoje quero não mais do que algumas partes daquilo que sempre quis maldizer o que nunca alcancei
como macaco que desdenha da banana mais alta
foi um modo humano de me resignar
tudo estratagema
ardil
por baixo do jogo de palavras, dos embaralhos,
está o mesmo crânio que precisa se recostar no peito
a mesma boca seca
o mesmo coração de convicções fracas
um azar de mil espelhos quebrados me obriga sempre a forjar a mesma face indolente
para evitar que todos se compadeçam
temeroso que sou da obviedade da minha fraqueza
amei com tanta força meu amor de brasa que sentirei falta até das dores inerentes a ele.

top 5 – oh eu não sabia

maio 19, 2009
que a biba rufus wainwright queria pagar de judy garland

que a biba rufus wainwright queria pagar de judy garland

que a miranda de sex and the city é lésbica

que a miranda de sex and the city é lésbica

que i will always love you foi composta pela barbie da roça

que o xuxu do clipe unbreak my heart, da toni braxton, ainda existia e tem um reality show de modelos nos estados unidos

que o roxette vai voltar


eu, você e todos nós

maio 17, 2009

amo assistir filmes nas manhãs de domingo. acordo, deixo meu quarto todo bagunçado, vou pra sala com minha pior roupa e uma xícara bem grande de café. é um ritual. o de hoje foi eu, você e todos nós.

eu queria um quadro com essa cena - imaginar as ausências, as lacunas e dar uma forma concreta a elas. é bonito não se esconder dos sentimentos ruins.

eu queria um quadro com essa cena - imaginar as ausências, as lacunas e dar uma forma concreta a elas. é bonito não se esconder dos sentimentos ruins.

andando até onde o carro está estacionado e construindo uma vida inteira nesse percurso de três minutos. imaginando o encontro, os laços formados, as brigas. e, depois, a decepção, porque nem todo mundo quer deixar de lado os idílios da poesia e viver a vida real.

andando até onde o carro está estacionado e construindo uma vida inteira nesse percurso de três minutos. imaginando o encontro, os laços formados, as brigas. e, depois, a decepção, porque nem todo mundo quer deixar de lado os idílios da poesia e viver a vida real.

depositando esperança de felicidade no casamento e num baú com o enxoval.

depositando esperança de felicidade no casamento e num baú com o enxoval.

nem todo mundo quer trocar a comodidade de se masturbar pensando em duas ninfetinhas por um contato real com elas.

nem todo mundo quer trocar a comodidade de se masturbar pensando em duas ninfetinhas por um contato real com elas.

miranda july, linda, linda, com suas blusinhas sempre listradinhas e estampadas.

miranda july, linda, linda, com suas blusinhas sempre listradinhas e estampadas.

uma bizarrice que só quem viu o filme vai entender.

uma bizarrice que só quem viu o filme vai entender.


dear,

maio 15, 2009
saí pra comprar uma cortina nova
essa que nós temos é muito clara,
não deixa escurecer o quarto direito
e isso faz aparecer poeira em todos os cantos.
vou comprar uma alaranjada bem forte.
peguei mais 30 reais de dentro da sua meia.
tenho que comprar uma apostila de concurso e adoçante.
hoje sonhei com minha mãe
isso me lembrou que prazer demais é pecado.
alias, peguei mais 30 reais.
quero um livro que desminta mamãe.
não ficou nada na meia, tá?
deixei dois cigarros no braço do sofá
se vira com eles até eu chegar
devo demorar um pouco
vou passar na academia
pedir nosso dinheiro de volta
vou voltar com
conhaque
cigarro
duas revistas
dois dvd pirata
e gelatina
te amo
vai ficar tudo bem
 
du

ouvindo toda hora

maio 14, 2009

não achei um vídeo melhor no you tube. então, vai esse mesmo. oh no! oh my tocando walk in the park. amei o cd todo, e essa nem é a minha preferida, mas tá sendo boa pra ouvir no trabalho, antes de dormir etc.


quase como uma briga

maio 10, 2009

havia um estômago pesado demais que me segurava ao chão e não me deixava flutuar rumo a sua omoplata. tinha vestígio de dois conhaques no meu hálito, tinha aquela sensualidade boba de quem bebeu.  tinha a cama, acostumada demais aos prazeres solitários. mas você estava aqui. era meu quarto, era madrugada e frio lá fora. você expressava certezas, fazia elogios discretos e explícitos, se recostava na almofada, me fitava. enquanto eu cerrava ouvidos para seus engenhos, a vizinha recebia uma serenata. meu coração e meus lábios percebiam música, coragem e carinho lá fora. não me fazia entender, não conseguia lançar mão dos argumentos dos quais você me destitui com sua presença.  aqui dentro também era música, mas sem coração em sobressaltos, sem o medo da pressa do ponteiro dos segundos. o que tinha era a pele, mais assaltada de indecisão do que de desejo. mas você estava aqui; acima, em torno, sob, paralelo e simétrico, na tarefa árdua de romper o transe, procurando atalhos para percorrer minhas distâncias.